Moda

Desapego e apego

Vários grupos como WGSN e  Box 1824 ditam quais as tendências de comportamento todos os anos.

Mas está clara a tendência que ocorre há algum tempo, é o que pode ser resumido em um desapego tecnológico.Digo que não é praticamente uma tendência,mas sim uma necessidade que o ser humano está se habituando a ter automaticamente.

Já é de nosso cotidiano realizar as tarefas diárias com apenas alguns clicks em telas e teclas durante  o nosso dia a dia.

Atividades simples como escrever um bilhete a mão ou o simples fato de cozinhar uma refeição já não nos é atribuído diariamente.A praticidade e principalmente a falta de tempo torna automático o envio de post it digitais ou torpedos como forma de recados que antes eram escritos a mão.

Até mesmo as refeições,que são de necessidade diária para prosseguirmos a rotina não estão mais sendo feitas por nós mesmos.Em muitos casos não paramos nossas atividades nem mesmo para comer,pois podemo executar várias coisas ao mesmo tempo ao invés de só fazermos uma refeição.E  para ser mais prático não cozinhamos mais diariamente,pois com um simples click podemos receber em casa uma porção de sushi ou então um prato detox.

Entretanto como um reflexo de nosso comportamento estamos de maneira até mesmo inconsciente mudando estes hábitos,não digo mudá-los drasticamente até porque hoje não vivemos sem a tecnologia e a correria diária.Mas estamos nos habituando a balancear as coisas,rebuscando atividades simples que tínhamos em outrora,como uma refeição em família feita por nós mesmos,ou um simples recado escrito a mão.

E com base nessa necessidade de rebuscar costumes esquecidos o mercado também está se moldando.

Marcas de grife buscam inspirações simples para suas criações.Um exemplo disto é a coleção de outono-inverno 2015/16 da Dolce Gabbana,que teve como inspiração as mães,peças de roupa com bordados que remetem aos feitos a mão e estampas de desenhos infantis foram o principal das criações.

A Moschino que também para a próxima temporada se inspirou em desenhos que nós adultos víamos a alguns anos atrás.O querido ursinho Ted foi o lema principal para uma coleção cápsula da grife.Os personagens da Looney Tunes,Pernalonga,e Taz foram estampados em roupas e acessórios da marca.

Contudo não é apenas o mercado que está se reinventando para esse desapego.Pessoas comuns também estão ditando tendências com um simples gesto como escrever a mão.

Através da ilustradora carioca Clarinha Gomes começou a campanha nas  #aletradaspessoas nas redes sociais.Tudo começou quando ela ao ver uma  lista de supermercado de uma amiga publicou em seu Twitter a mensagem”Com toda a sua cadência,particularidades,incongruências e hesitações…Eu adoro a letra #aletradaspessoas”.Logo após a postagem seus amigos começaram a postar fotos de suas letras,a iniciativa se espalhou pela internet sem nem ao menos ser esse o propósito.E agora pessoas de norte a sul publicam fotos de suas letras com os dizeres “Uma coisa que a gente não conhece mais é a letra das pessoas.Essa é a minha,qual é a sua?”

A busca por costumes simples que foram esquecidos será cada vez mais intensa,pois temos a necessidade de sentirmos e habituar-nos com esses hábitos,até porque a tecnologia é usada a nosso favor e a nossa praticidade,mas ela não é capaz de nos dar o principal,o amor e o afeto pelo ser humano.

Anúncios

Um comentário em “Desapego e apego

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s